Genética Gallega no Vale do Taquari

A utilização da genética Gallega na inseminação de bovinos de leite tem apresentando resultados surpreendentes na região. As primeiras inseminações foram feitas a cerca de dois anos com sêmem originário da Galícia – Espanha, fornecidos pela GMG Internacional. As inseminações são parte integrante do Programa de Desenvolvimento Agropecuário do Vale do Taquari que conta com a parceria do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), da empresa GMGInternacional e da Univates.
 
As características dos primeiros animais que nascerem estão deixando satisfeitos os produtores que apostaram na nova genética. As terneiras têm apresentado características marcantes, bom aspecto visual, excelente peso, facilidade de parto, bom estrutura óssea, entre outras características que segundo profissionais do setor garantem que as futuras novilhas terão boa produção de leite. Aumentar a produção e a qualidade do leite produzido, essa foi a motivação que levou o produtor Edemar Moretto, residente no município de Arvorezinha a apostar na genética galega. Já nasceram duas terneiras com características que chamam a atenção, entre elas o porte, sendo que a mais velha nasceu pesando 62kg. Antes da inseminação foi realizada uma avaliação genética no plantel, que definiu o sêmen que seria utilizado em cada animal.
 
Filho do produtor, Lucas, que acompanha o pai na atividade leiteira, destaca que as expectativas são boas em torno da produção de leite dessas novilhas, já que apresentam características de uma novilha bem maior. "As terneiras são muito bonitas, nossa expectativa agora é que melhore a raça, oferecendo leite de maior qualidade", comenta. Lucas destaca que mais quatro partos estão previstos para os próximos meses. A atividade principal da família é a produção de leite e com esse investimento a família busca incrementar a genética aumentando a quantidade de leite produzido por animal, foi por isso que buscou a GMG, onde encontrou uma genética avançada que atende as suas necessidades.
 
O inseminador do município, Claudiomir Desengrini, foi o responsável pela aplicação de mais de 400 doses do sêmen no município de Arvorezinha. Ele destaca que os produtores estão satisfeitos com as terneiras que estão nascendo. 
 
Copyright © 2013, GMG. Todos os direitos reservados